Bolsonaro sobre Moro: ‘não sabe o que é ser presidente, nem ministro’.

397

Presidente admitiu ter assistido o discurso do ex-ministro da Justiça no ato de filiação ao Podemos; ele também questionou quem ‘sobra na mesa’ caso saia da disputa eleitoral;

O presidente Jair Bolsonaro reconheceu que assistiu o ato de filiação do ex-juiz Sergio Moro ao Podemos e leu o discurso dele. Mas, na avaliação do chefe do Palácio do Planalto, Moro “não aprendeu nada” no tempo em foi ministro da Justiça, entre 2019 e 2020.

“Eu assisti porque foi meu ministro, li o discurso. Não aprendeu nada, não aprendeu nada. Ficou um ano e quatro meses ali e não sabe o que é ser presidente, nem ser ministro”, disse, em meio a risadas.

A fala foi iniciada quando ele questionou apoiadores se “gostaram do discurso lido pelo cara”, em referência a Moro. A conversa aconteceu na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente da República em Brasília, nesta quinta-feira (11).

Sergio Moro assinou filiação ao Podemos na quarta-feira (10). Em um discurso de candidato mas sem se colocar diretamente na disputa de 2022, ele apresentou um “projeto de país”. Também fez falas críticas ao presidente Jair Bolsonato e disse que deixou o governo após sentir seu trabalho no combate à corrupção sendo “boicotado”.

Bolsonaro ainda criticou as opções colocadas para as eleições do próximo ano. Segundo ele, não há candidatos. “Se eu sair fora, sobra o quê na mesa?”, questionou. “Não vou falar que eu sou bom, não. Mas o que está na mesa é intragável’, continuou o presidente.

A dificuldade, para ele, se estende a pleitos estaduais. “Em São Paulo, por exemplo, em vários estados do Brasil, há dificuldade de escolher candidatos. A gente não vê nome em São Paulo. Vamos ver…às vezes o que está na mesa é aquilo, é um self service”, disse.