Empresa de joias de luxo sonega R$ 50 mi em impostos e é alvo de operação em MG.

230

Uma empresa de joias de luxo de Uberaba, no Triângulo Mineiro, sonegou, nos últimos cinco anos, pelo menos R$ 50 milhões em impostos durante  operações de compra e venda sem a emissão de nota fiscal. Em função disso, ela foi alvo de operação desencadeada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e pela Receita Estadual de Minas Gerais por meio da Coordenadoria Regional das Promotorias de Defesa da Ordem Econômica e Tributária do Triângulo e Noroeste nesta manhã de terça-feira (21).

De acordo com a Receita, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão: um no endereço onde funciona a empresa e outro na residência dos proprietários.

Batizada de “Brilho das Estrelas”, a operação teve por objetivo combater a sonegação de impostos no setor de indústria e comércio de joias de alto padrão.

Apurações apontaram que há conflito entre a imagem que a empresa passa ao mercado e a que ela declara à receita. Isso porque no que diz respeito ao mundo social a empresa se apresenta com muito glamour e sucesso, já na tributária, ela faz parte do Simples Nacional.

A empresa, que tem sede em Uberaba, também tem filiais nos Emirados Árabes.

Após investigações, foi evidenciado a sonegação de pelo menos R$ 50 milhões. Entretanto, esses valores podem ser ainda maiores já que a entrada e saída das pedras preciosas se deram de forma clandestina.

Material será auditado

Segundo a receita, o material apreendido será auditado para se estabelecer o valor real dos impostos sonegados. Se condenados, os envolvidos podem responder por formação criminosa e lavagem de dinheiro.

A operação contou com a participação de três promotores de Justiça de Minas Gerais, 16 auditores fiscais da Receita Estadual e 13 policiais militares.

JORNAL O TEMPO