Governador Romeu Zema decreta situação de emergência em 31 cidades por causa da chuva

122

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), decretou situação de emergência em 31 cidades por causa dos estragos provocados pela chuva, principalmente desde a última terça-feira (7). A informação foi publicada nesta sexta-feira (10) no Diário do Executivo.

Segundo o decreto, as intensas precipitações pluviométricas que atingiram os municípios causaram desastres como inundações, movimentos de massas, enxurradas e alagamentos.

Além disso, provocaram “comoção social”, porque houve perda de vidas, pessoas desalojadas e desabrigadas, comunidades ilhadas, danos e prejuízos.

Segundo balanço da Defesa Civil de Minas Gerais, cinco mortes relacionadas às chuvas já foram registradas no período chuvoso 2021/ 2022.

Veja onde a situação de emergência foi declarada:

  1. Águas Formosas

  2. Bertópolis

  3. Caraí

  4. Carmo da Cachoeira

  5. Engenheiro Caldas

  6. Fronteira dos Vales

  7. Ibirité

  8. Itambacuri

  9. Jacinto

  10. Jampruca

  11. Joaíma

  12. Lagoa Formosa

  13. Machacalis

  14. Manhuaçu

  15. Monte Formoso

  16. Novo Cruzeiro

  17. Novo Oriente de Minas

  18. Ouro Verde de Minas

  19. Padre Paraíso

  20. Palmópolis

  21. Pescador

  22. Resplendor

  23. Rio do Prado

  24. Salto da Divisa

  25. Santa Helena de Minas

  26. Santa Maria do Salto

  27. Santo Antônio do Amparo

  28. Santo Antônio do Jacinto

  29. Teófilo Otoni

  30. Umburatiba

  31. Virgem da Lapa

Mais cidades

 

Até o dia 30 de novembro, ainda por causa da chuva, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil já havia decretado calamidade pública em:

  1. Alvinópolis

  2. Aricanduva

  3. Ataleia

  4. Corinto

  5. Dionísio

  6. Frei Inocêncio

  7. Ipanema

  8. Itacarambi

  9. Malacacheta

  10. Maria da Fé

  11. Nova Serrana

  12. Ouro Preto

  13. Poço Fundo

  14. Ponte Nova

  15. Raposos

  16. Rio Casca

  17. Santo da Divisa

  18. Sem-Peixe

  19. Três Corações

G1 MG