Mais de 100 cidades de MG têm menos de 70% da população vacinada com a primeira dose contra Covid.

113

Em Minas Gerais, 117 cidades possuem menos de 70% da população total com a primeira dose da vacina contra a Covi-19 aplicada. O dado é de um levantamento feito pela reportagem da CBN, que comparou o número de habitantes das cidades com relação ao avanço da imunização até o dia 31 de janeiro.

Atualmente, o estado tem uma média de imunização com a primeira dose de 78%. Mas, em alguns locais, a situação é bem diferente.

São 12 municípios em situação mais crítica, com menos de 60% de cobertura na primeira dose. Entre eles estão São Romão, Chapada do Norte e Minas Novas, por exemplo.

‘Pessoal fica olhando notícias mentirosas’

 

Urucuia, no Norte do estado, é a cidade com menor cobertura vacinal atualmente. Apenas 43% dos 19 mil habitantes receberam a primeira dose e 35% completaram a segunda. O prefeito Rutílio Cavalcanti disse que tem feito todos os esforços para conscientizar os cidadãos, mas há uma parcela de moradores que ainda recusa a vacina.

Ele acredita que a postura do governo federal sobre os imunizantes pode ter contribuído para esse cenário.

“Eu não acho, eu tenho certeza. Esse pessoal só fica olhando o WhatsApp, notícias mentirosas. Infelizmente tem muita gente que não quis vacinar. A gente teve que fazer um decreto, porque até os funcionários da saúde não queriam vacinar. Tem um percentual de pessoas contra a vacina, eu não entendo, porque a vida toda nossa, desde criança, as vacinas que têm salvado milhões e milhões de vidas”, disse Cavalcanti.

 

Fato ou Fake: número de hospitalizações de crianças quadruplicou em Nova York por causa da vacina contra a Covid

Para o infectologista Unaí Tupinambás, isso expõe uma situação de diferentes coberturas vacinais regionais, que precisam ser combatidas.

“O SUS, em algumas cidades do interior de Minas Gerais, é mais fragilizado, tem dificuldade de pessoal, de estrutura física. O que é que tem que ser feito: mapear esses municípios mais vulneráveis e garantir uma ampla vacinação. Ou o mundo todo se vacina, ou a gente nunca vai sair desse lugar”, falou Tupinambás.

Busca por telefone

 

Araguari, no Triângulo Mineiro, tem cerca de 120 mil habitantes. No início do ano, o município tinha aproximadamente 4 mil pessoas que não receberam nem sequer a primeira dose. A secretária Municipal de Saúde, Soraya Ribeiro, disse que a prefeitura tem ligado e até mandado WhatsApp para quem não se vacinou. Porém, ela conta que o principal estímulo nos últimos dias tem sido o agravamento do cenário epidemiológico.

“As pessoas fizeram um cadastro no site da prefeitura. Através desse cadastro, por telefonema, aquelas pessoas que cadastraram e não compareceram, a gente tem buscado para saber por qual motivo não compareceram. Nesta última semana nós tivemos 4 óbitos, nós já estávamos desde novembro sem nenhum óbito. Com esse aumento no número de mortes, a população começou a ter um medo, receio, e começou a procurar”, disse Soraya.

Janeiro de 2021 foi o mês com maior número de infecções por Covid-19 em Minas, que somou quase meio milhão de casos do coronavírus. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, mais de 80% dos pacientes internados com a doença não tomaram a vacina ou não completaram o esquema com as duas aplicações.

G1 MG