Polícia Civil indicia suspeito de crime de homofobia em república estudantil de Diamantina.

108

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) indiciou o suspeito de cometer crime de homofobia em uma república de estudantes em Diamantina, no Vale do Jequitinhonha.

De acordo com a PC, o investigado, de 33 anos, agiu com violência e fez ofensas contra um casal homossexual durante uma festa. Mesmo depois de ser expulso do local, ele retornou e continuou com as agressões e ameaças.

Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais — Foto: Reprodução/TV Globo
            Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais

Nas redes sociais, o homem também enviou áudios para o perfil da república, com mais ofensas, ameaças e falas preconceituosas.

O suspeito foi indiciado por incitação à homofobia, injúria qualificada por preconceito, ameaça e invasão de domicílio, mas vai responder em liberdade.

O crime aconteceu no dia 13 de novembro e a conclusão do inquérito foi divulgada pela polícia nesta sexta-feira (26), sem mais detalhes.

G1 MG