Transporte – Metroviários de BH vão entrar em greve devido à pandemia de coronavírus

519

Em assembleia virtual realizada nesta segunda-feira (22), os funcionários do metrô de Belo Horizonte decidiram entrar em greve a partir da próxima quarta-feira (24) devido à pandemia do novo coronavírus. Objetivo é fazer com que a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) volte a implementar a escala reduzida e o revezamento de servidores.

Segundo o presidente do Sindicato dos Empregados em Transportes Metroviários de Minas Gerais (Sindimetro-MG), Romeu Neto, há quase um mês os trabalhadores estão sendo expostos desnecessariamente à Covid-19. “Logo no início da pandemia, a CBTU aplicou uma escala reduzida para todos e home office para os funcionários do administrativo. Os trens circulavam das 6h às 9h e depois das 16h30 às 20h”, disse.

“Porém, isso só foi até o dia 24 de maio. Quando a prefeitura resolveu flexibilizar o comércio da cidade, a CBTU resolveu voltar a praticamente o que era antes. Os trens passaram a funcionar das 5h40 às 20h, todos os funcionários do administrativo passaram a trabalhar presencialmente e o revezamento acabou. A única coisa que continua são os funcionários do grupo de risco que ficam em casa”, afirmou.

Na época, o sindicato chegou a emitir uma nota afirmando que a CBTU não tinha dado as garantias necessárias de segurança aos trabalhadores. No entanto, mesmo com convocação de paralisação, muitos funcionários compareceram aos seus postos de trabalho.

Até o momento, dois funcionários – um maquinista e um empregado do administrativo – teriam sido diagnosticados com a Covid-19. Alguns outros – número não foi especificado – estão com suspeita da doença.

De acordo com Romeu, a intenção dessa paralisação é proteger a saúde de toda a população. “Essa ação não visa somente preservar o trabalhador do metrô, mas a própia população. Porque, infelizmente, muita gente não tem ideia do que realmente está acontecendo, por isso, se ela ver que o metrô está funcionando, ela vai andar de metrô”, pondera.

O representante do Sindimetro-MG acrescentou que houve duas reuniões da categoria com a CBTU, uma na semana passada e outra nesta segunda-feira, porém, não houve acordo.

Greve

Com a paralisação marcada para começar às 0h da próxima quarta-feira, o metrô que liga BH a Contagem, na região metropolitana, funcionará no seguinte horário: das 6h às 9h e das 16h30 às 20h.

A reportagem de O TEMPO solicitou um posicionamento da CBTU quanto a esse anúncio de greve e a respeito das queixas da categoria e aguarda retorno.

Fonte: O Tempo