Veja quando e como será o retorno às aulas em Minas Gerais em 2022.

81

Em meio às incertezas em relação à pandemia e ao avanço da variante ômicron do coronavírus, as aulas nas escolas públicas e particulares voltam no próximo mês em Minas Gerais.

Por enquanto, o estado e a Prefeitura de Belo Horizonte não determinaram a obrigatoriedade de comprovante de vacinação para a presença dos alunos nas salas de aula. Alguns estados, como Paraíba e Bahia, farão essa exigência.

Veja como será o retorno em cada rede de ensino:

Rede municipal de BH

 

Na rede municipal de Belo Horizonte, o ano letivo de 2022 será iniciado no dia 3 de fevereiro, uma quinta-feira. Segundo a Secretaria Municipal de Educação (SMED), as aulas serão 100% presenciais, “respeitando as determinações sanitárias”.

Desde outubro do ano passado, a presença de todos os alunos nas salas de aula é autorizada pela prefeitura.

A rede municipal tem 25.445 alunos na educação infantil e 34.805 no ensino fundamental, segundo números do cadastro de 2022.

Questionada se haverá exigência de comprovante de vacinação dos estudantes, a SMED disse que vai seguir as definições das autoridades sanitárias do município. Sobre o assunto, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou apenas que, no momento, a imunização contra a Covid-19 não é obrigatória.

Rede estadual de MG

 

O ano letivo na rede estadual de ensino de Minas Gerais começa no dia 7 de fevereiro.

Em novembro do ano passado, a Secretaria de Estado de Educação (SEE-MG) determinou a obrigatoriedade das aulas presenciais nas escolas da rede. Apenas em municípios com decretos que proíbem o retorno, o ensino remoto foi mantido.

No entanto, na última semana, a pasta afirmou que o modelo pedagógico que será adotado vai depender do cenário epidemiológico da pandemia. A secretaria, portanto, ainda não confirmou se aulas continuarão presenciais.

“A SEE-MG está em diálogo constante com as prefeituras municipais e diversos órgãos envolvidos, sendo que um balanço atualizado da retomada das atividades será possível próximo ao início do ano letivo”, afirmou, em nota.

Rede particular

 

Segundo o Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (Sinepe-MG), em geral, as escolas privadas iniciam o ano letivo no primeiro útil do mês de fevereiro. No entanto, cada instituição tem autonomia para definir o próprio calendário.

Na maioria dos municípios mineiros, as aulas serão presenciais na rede particular. De acordo com o Sinepe-MG, quando houver necessidade, haverá atividades remotas para alunos do grupo de risco.

Ainda segundo a entidade, as escolas têm autonomia para decidir se vão ou não cobrar comprovante de vacinação dos estudantes.

G1 MG