Mais de 14 milhões de pessoas tomaram duas doses ou vacina de dose única contra Covid-19 em MG.

252

Mais de 14 milhões de pessoas já tomaram as duas doses da vacina contra a Covid-19 ou o imunizante de dose única em Minas Gerais, segundo o boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) desta quarta-feira (1º).

São 14.102.498 mineiros com o esquema vacinal completo, o que corresponde a 66,23% da população total do estado.

Com a primeira dose, são 16.455.691 vacinados, o equivalente a 77,28% da população.

Já a dose de reforço foi aplicada em 1.883.184 pessoas.

Em Belo Horizonte, 2.135.046 pessoas tomaram a primeira dose da vacina, e 1.904.503 receberam também a segunda dose ou o imunizante de dose única, o que corresponde a 75,5% da população.

 

Além disso, 336.178 moradores da capital receberam a dose de reforço.

Números da pandemia

 

Nas últimas 24 horas, 812 novos casos de Covid-19 e 36 óbitos em decorrência da doença foram confirmados em Minas Gerais.

No total, 2.208.887 pessoas já testaram positivo para a doença no estado, das quais 2.137.231 são consideradas recuperadas. Elas atendem a três pré-requisitos: estão há 72 horas assintomáticas; receberam alta hospitalar e/ou cumpriram isolamento domiciliar de dez dias; e estão sem intercorrências.

Outros 15.422 pacientes estão em acompanhamento.

Desde o início da pandemia, 56.234 mortes por Covid-19 foram registradas em Minas Gerais.

Situação na capital

 

Belo Horizonte é a cidade com mais casos confirmados de Covid-19 e óbitos decorrentes da doença em todo o estado. Segundo o boletim epidemiológico da prefeitura da terça-feira (30), 292.884 moradores da capital já contraíram a doença e 7.024 morreram.

As taxas de ocupação de leitos de UTI e enfermaria exclusivos para pacientes com coronavírus seguem no nível de alerta verde, em 34,1% e 46,6%, respectivamente.

O RT, que mede o número médio de transmissões por infectado, segue em 0,97, também no alerta verde. Isso significa que cada 100 pessoas transmitem o vírus para outras 97.

O Matriciamento de Risco (MR), critério para abertura e fechamento das escolas do município, está em 97%, o que permite o retorno às aulas presenciais para todas faixas etárias.

G1 MG