Guedes afirma que declarou offshore e que polêmica é ‘barulho’

300

Segundo o ministro da Economia, os investimentos estão dentro da legalidade, mas a proximidade das eleições causa o ruído.

Ministro falou abertamente pela primeira vez sobre o assunto

Mesmo não tendo sido questionado sobre o assunto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, usou o espaço da apresentação em um evento virtual, durante as reuniões de primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI), para defender que seus investimentos em offshores são legais e declarados. A fala ocorreu nesta sexta-feira (8).

Guedes sustentou não haver ilicitude na empresa aberta em paraíso fiscal, nas Ilhas Virgens Britânicas. Disse, ainda, que os investimentos estão devidamente declarados. Em 2019, antes de assumir o ministério, o economista informou a existência da offshore ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com valor inicial de aplicação de U$ 9,5 milhões.